Lockdown: especialista ensina como potencializar vendas

Os pequenos e médios empresários estão entre uma das classes que vem sofrendo com o desequilíbrio econômico causado pelo coronavírus. De acordo com dados divulgados pelo Ministério da Economia 1,044 milhão de empresas foram fechadas em 2020. As razões que levam ao baixar de portas são variados, sendo a impossibilidade de adaptação do negócio a maior delas. Especialista em marketing digital, Walter Soares aponta que digitalizar os serviços de uma empresa pode ser a diferença entre falir ou faturar.

“O momento que vivemos atualmente apenas acelerou uma tendência que já observamos há alguns anos: o futuro das empresas está relacionado com a internet. A exemplo, podemos pensar em uma lanchonete que precisou adotar o serviço de delivery. Como ela vai divulgar isso entre seus clientes? Com uma rede social forte. É preciso que o empresário entenda que estar em uma rede social é mais do que apenas postar imagens dos produtos, é sobre estar presente no imaginário do cliente”, aponta.

Walter Soares

Segundo ele, existem pequenas modificações que podem ser realizadas no Instagram, por exemplo, que aumentam o engajamento do perfil comercial e consequentemente a conversão de internautas em clientes. Apesar de parecer simples e trivial, essa ação é extremamente importante para que as estratégias tenham um impacto maior. “Apesar do empresário poder ter uma conta pessoal ou comercial no Instagram, a última possui uma série de ferramentas que apresentam mais vantagens para vendas”, comenta.

Esse é um dos pontos de partida para o público-alvo entender o business da empresa. A biografia do Instagram é uma oportunidade para conquistar mais clientes para o negócio. “Apesar de o espaço ser limitado por 150 caracteres, esse recurso, juntamente com a foto do perfil, é um dos principais destaques da sua página. Por isso, busque uma pequena frase que descreva o propósito do negócio, conte brevemente dos seus resultados alcançados e não se esqueça de colocar dados para contato como WhatsApp e/ou site do seu negócio”, recomenda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *