Sem vagas na UTI e com apenas uma na enfermaria covid-19, Itabira contabiliza mais três mortes

Respirador necessário para pacientes nas ala covid-19

Em meio a um colapso no sistema público de saúde para atendimento a pacientes com a covid-19, Itabira confirma o 97º óbito, na tarde dessa segunda-feira (15), em Boletim Epidemiológico com dados da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). São atualmente, 10 falecimentos devido a evolução da doença e mais de mil nossos casos positivo, apurados no prazo de apenas uma semana, conforme o painel Cidades Saudáveis do Ciscel (Consórcio Intermunicipal de Saúde do Centro-Leste de Minas).

Corredor de acesso a ala covid-19

A 95° vítima fatal foi de uma mulher de 84 anos, internada no Hospital Nossa Senhora das Dores (HNSD) por uma semana. Também uma idosa foi o 96°óbito. Ela tinha 75 anos, e ficou em tratamento na ala covid-19 do HNSD por seis dias. Os dois óbitos ocorreram domingo (14). Um homem de 65 anos, foi a 97ª morte por complicações do coronavírus. Ele estava em tratamento no Hospital Municipal Carlos Chagas (HMCC) por dois dias, e teve o falecimento dia 13.

Os três que tiveram o óbito confirmado pela SMS, dia 15, eram de pacientes com idade avançada e duas ou mais doenças crônicas associadas. Não há vagas de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), o que ocorre apenas em caso de óbito de paciente. Nos leitos de enfermaria, até a data da publicação da SMS, era de apenas um leito disponível. No colapso de atendimento a pessoas com a covid-19, a mais de 1200 pessoas com a enfermidade, mas em monitoramento domiciliar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *