Teste das sirenes da Vale terá monitoramento do Compdec

A partir deste mês, começam os testes mensais das sirenes das barragens em Itabira. O procedimento organizado pela mineradora Vale ocorrerá todo dia quatro, às 10h, para verificação do funcionamento dos equipamentos. Ao ouvir a sirene, a população não precisa alterar a rotina de atividades, nem se deslocar para os pontos de encontro espalhados pelo município. O teste das sirenes não acontecerá neste mês em Santa Maria de Itabira, devido ao cenário atual em decorrência das fortes chuvas que atingiram o município recentemente.

Nesta quinta-feira (4), será utilizado o som real da sirene, mas antes será emitida uma mensagem de aviso reforçando que se trata de um teste. Nos próximos meses, será tocada música instrumental. Esta atividade é preventiva e faz parte do Plano de Ação de Emergência para Barragens de Mineração (PAEBM). Os telefones para informações são 0800 039 6010 (Vale) e 3839-2147 (Compdec).

“É uma situação que a Agência Nacional de Mineração (ANM) prevê nos protocolos de funcionamento das barragens, exigindo que o empreendedor faça teste audível do toque da sirene uma vez por mês”, explicou a responsável pela Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (Compdec) de Itabira, Nilma Maria Macieira de Castro. Os testes silenciosos já são realizados pela mineradora nos finais de semana.

Dia dois de fevereiro houve uma reunião com representantes da Vale, Compdec, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e Secretaria Municipal de Saúde (SMS) para detalhamento da ação promovida pela mineradora. A Compdec acompanhará o teste na sala de comando do PAEBM e manterá plantão para atender solicitações e esclarecer dúvidas durante a atividade. A SMS já comunicou as equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), hospitais e unidades do Programa de Saúde da Família (PSF), caso seja necessário algum atendimento médico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *