Pequenos negócios mineiros estão mais pessimistas com as vendas de Natal

Pesquisa do Sebrae Minas destaca cautela de empresários e empreendedores sobre faturamento no final do ano, e ainda expectativas para 2021

Mesmo próximo a data de maior movimento do comércio, grande parte dos pequenos negócios mineiros prevê queda nas vendas e no faturamento do Natal de 2020 em relação ao ano anterior. O pessimismo refletiu nas contrações temporárias, que não devem acontecer na maioria desses estabelecimentos.

É o que mostra uma pesquisa do Sebrae Minas feita em novembro e dezembro deste ano, com Micro e Pequenas Empresas (MPE) e Microempreendedores Individuais (MEI) do estado. O estudo mostra ainda as expectativas dos donos dos pequenos negócios para os próximos meses em relação ao funcionamento das empresas, trabalho home office e recebimento do auxílio emergencial.

Entre os negócios, que geralmente são impactados pelo Natal, como o comércio, 35% estão na expectativa que o faturamento e as vendas deverão ser piores se comparados ao mesmo período de 2019. Já 31% dos entrevistados preveem uma melhora, 20% não souberam responder e apenas 14% esperam que os resultados neste final de ano permaneçam iguais ao ano anterior.

Esse cenário também refletiu nas contratações temporárias. Quase 80% dos donos de pequenos negócios afirmaram que não farão nenhuma admissão nesse final de ano. Dos que vão contratar, o número de admitidos será de apenas um funcionário por empresa, de acordo com 44% dos entrevistados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *