Mapeamento de hábito de compra do brasileiro

É possível afirmar que a pandemia do coronavírus obrigou não só as pessoas a mudarem seus hábitos de consumo, como também as marcas a ingressarem e aprimorarem seus serviços para o universo online. Esse retrato do comportamento de marcas e consumidores em 2020 é um dos pontos do trabalho de mapeamento online realizado por empresa de inteligência digital.

Por meio de plataformas de marketing digital foi possível entender o cenário do e-commerce neste ano desafiador para a economia. As compras online começaram tímidas no primeiro trimestre de 2020. O crescimento gradativo dessa atividade ocorreu em abril e, mesmo depois da reabertura das lojas e shopping centers, o e-commerce não parou de crescer.

Elaine Venga

Prova disso foi o registro de recorde do comércio eletrônico em julho (1,29 bilhão de acessos), que se consolidou como o terceiro melhor mês da história, ficando atrás apenas de maio 2020 (Dia das Mães, auge da pandemia) e de novembro de 2019 (Black Friday). “Além dos dados fornecidos pelas entidades do setor, as plataformas mostraram um movimento significativo de acessos no e-commerce, ou seja, um aumento na geração de tráfego nos principais sites de varejo durante a pandemia”, explica Elaine Venga, gerente de Inteligência Estratégica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *