De volta à onda amarela, Itabira registra 38ª morte por coronavírus

Itabira teve mais uma vítima da covid-19. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) confirmou dia 18 de dezembro, uma mulher de 86 anos como 38º óbito. Ela tinha duas ou mais doenças crônicas associadas, e ficou internada no Hospital Municipal Carlos Chagas (HMCC) por duas semanas. Conforme a plataforma Cidades Saudáveis do Plano Estadual Minas Consciente, que Itabira aderiu, o município voltou a integrar a onda amarela, situação válida, segundo a ferramenta até dia 26 de dezembro.

Ainda segundo o Cidades Saudáveis, a análise para avanço de ondas é feita semanalmente. A regressão da faixa considera os seguintes critérios: capacidade assistencial, propagação da doença, cenário de cada região e taxa de evolução da covid-19.  Os dados são analisados, pela Secretaria de Estado de Saúde, por macrorregião e microrregião de saúde. Clique aqui e veja os dados oficiais.

No informe epidemiológico publicado pela Prefeitura de Itabira, são 18 pacientes internados aguardando resultado de exames moleculares para confirmar ou descartar a doença. Outras 591 em isolamento domiciliar, sendo monitoradas pelas autoridades de saúde. De quase cinco mil confirmações com o coronavírus, 86% estão recuperados da enfermidade. A taxa de ocupação de leitos diminuiu: 41% nas enfermarias, e 36% em Unidades de Terapia Intensiva (UTI).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *