Golpe do cartão clonado em Itabira

A Polícia Civil de Minas Gerais, unidade Itabira informou sobre indivíduos que estão se aproveitando do período de isolamento social tem praticado o crime conhecido como “golpe do cartão clonado” ou “golpe do motoboy”. Em menos de um mês, duas pessoas já foram presas na cidade, aplicando esse tipo de delito. Ambos são do Estado de São Paulo, e se encontravam hospedados em hotéis.

O golpe funciona quando uma pessoa, geralmente mulher, liga para o telefone das vítimas, em sua maioria homens idosos, se identifica como sendo gerente de algum banco e informa que foi identificada uma tentativa de golpe com o seu cartão, o qual teria sido utilizado em uma compra em outra cidade. Dessa forma, a suposta atendente da instituição financeira informa que um policial civil ou um funcionário da própria instituição irá até a residência da vítima para recolher o cartão com o objetivo de efetuar o seu bloqueio.

Tempo depois, uma pessoa aparece na casa da vítima, se identifica como policial civil ou funcionário do banco e solicita o cartão. Após a vítima entregar o cartão, o criminoso sai do local e começa a efetuar saques, compras e transferências utilizando-se do cartão de crédito da vítima. Em qualquer caso suspeito, a Polícia Civil orienta que as informações sejam transmitidas a uma Delegacia de Polícia, ou através dos telefones 181 ou 190.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *