Aulas remotas seguem desafiando escolas e educadores

Diante da indefinição sobre a volta das aulas presenciais, além da baixa probabilidade de que toda a população seja vacinada até fevereiro, é quase certo que as escolas deverão continuar oferecendo a possibilidade de ensino a distância para seus alunos no início do próximo ano letivo.

Assim, os desafios das aulas remotas, vividos por escolas e educadores durante o ano 2020, devem persistir. Contudo, espera-se que, a partir da experiência adquirida ao longo do ano, as escolas comecem 2021 mais preparadas para o ensino a distância, diminuindo as falhas técnicas e as perdas pedagógicas.

Para minimizar estes problemas, Ligia Cavalaro, Diretora do sistema que oferece suporte pedagógico a mais de 200 escolas pelo Brasil, diz que o caminho é a aproximação e a ampliação do diálogo entre os grupos que compõem a comunidade escolar, do sistema de ensino até as famílias, passando por gestores, professores e estudantes.

Ligia Cavalaro

“Desde o início da pandemia, ampliamos nosso suporte, nos aproximando ainda mais das escolas conveniadas, oferecendo assistência para a transmissão das aulas on-line, com uma plataforma profissional e de fácil utilização. O que tem feito a diferença é este suporte que ajuda a aproximar todos os grupos que compõem a comunidade escolar”, comenta Ligia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *