Sorveteria Pinguim ganha edição 2020 do Circuito do Sabor

Três melhores colocadas

O festival gastronômico Circuito do Sabor, acontece a 15 anos, promovido pela Acita (Associação Comercial, Industrial, de Serviços e Agropecuária de Itabira) para fomentar o comércio local. Esse ano, a degustação dos pratos ocorreu de forma delivery, devido as condições impostas pela pandemia. Foram oito participantes, os três melhores colocados conhecidos na tarde desta segunda-feira (9), e os cindo demais que receberam certificado pela participação.

Ana Marta da Pinguim, e Cidinha Lana, presidente da Acita

O terceiro colocado foi Ipê Rosa, no segundo lugar Tratoria Di Prima Restaurante, e a vencedora foi Sorveteria e Lanchonete Pinguim. O ingrediante obrigatório foi linguiça, um desafio a mais para os participantes, além do impacto da visitação presencial dos clientes, diante das medidas de contenção ao coronavírus. A avaliação dos pratos foi entre 25 de agosto e 25 de setembro. A empresária Ana Marta, dona da Sorveteria Pinguim também foi eleita em 2019 empresária destaque do ano.

Segunda colocada: Tratoria Di Prima

“Foi uma honra muito grande e uma surpresa, ser escolhida entre os oito participantes. A gente entra pra ganhar, mas nunca imagina, tanto que fiquei ali imaginando quem era o vencedor. Eu fiquei eternamente grata e sem palavras. O atendimento foi delivery e eu tive que implantar esse serviço, que até então sequer existia. Criei um prato totalmente diferente de tudo que faço, por isso foi tudo novidade. A surpresa foi grande e muito boa. Cumpriu o objetivo de fomentar o comercio”, disse Ana Marta.

Terceira colocada: Ipê Rosa

“Minha avaliação é positiva, em virtude do cenário inovador. Como fazer o Circuito do Sabor, sem poder aglomerar? Tivemos a ideia do delivery, e deu certo. Foi legal e valeu a pena. Nem mesmo o serviço de entrega estava preparado para fornecer de forma imediata, com a temperatura ideal. A avaliação foi desde o início, do pedido a entrega. Linguiça é um ingrediente comum, e foi usada a criatividade e o carinho em fazer. Os participantes buscaram inovação. O projeto valeu a pena”, concluiu Cidinha Lana, presidente da Acita.

Clique aqui e assista a reportagem em vídeo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *