Pandemia dá sinais de estabilidade em Itabira

Dados apurados através da ferramenta Cidades Saudáveis, do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Centro Leste de Minas (Ciscel), atualizados dia 17 de junho, apontam tendência de estabilização da pandemia em Itabira. A média móvel de novos casos está em 41; e o percentual de óbitos em uma semana foi o menor desde 19 de janeiro de 2021: 0,1.

Comparado dos últimos quinze dias a série histórica está em queda, menos 75. A curva mais acentuada de mortes por coronavírus, aconteceu entre 23 de março e nove de maio, neste período, 194 pessoas perderam suas vidas devido a infecção pela doença. A projeção de novos casos em 14 dias, aponta 18390 diagnósticos. Sobre os mais acometidos, 60% são do sexo masculino.

O impacto pode ser considerado devido a vacinação de grupos de risco, como idosos e portadores de comorbidades. Cerca de 44 mil doses do imunizante foram aplicadas, com 32% desde montante com as duas doses. Não há óbito em investigação ou morador de Itabira, internado em outra cidade. Entre 16 e 17 de junho, 84 pessoas deixaram o monitoramento domiciliar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *