Decretado fim do toque de recolher e restringidas as retiradas no balcão

A macrorregião de Saúde Triângulo do Sul e as microrregiões de São Gotardo, Montes Claros-Bocaiúva e Taiobeiras devem avançar para a onda vermelha do plano Minas Consciente. A decisão será publicada no Diário Oficial nesta quinta-feira (8).

As localidades serão monitoradas pela Secretaria de Estado de Saúde até a próxima sexta-feira (9) para garantir que não haja piora nos indicadores da covid-19. Somente será permitido o avanço a partir de segunda (12) caso o cenário positivo se mantenha favorável. As demais regiões do Estado devem seguir, por mais uma semana.

O Estado optou por alterar a norma que restringe a circulação de pessoas das 20h às 5h e proíbe reuniões familiares durante a onda roxa do plano Minas Consciente, decretando o fim dessa medida. A suspensão atende a um acordo judicial feito pelo Governo de Minas na segunda-feira (5). As retiradas de produtos no balção terão maior rigidez para evitar aglomeração.

Apesar do fim da proibição, o governador Romeu Zema reitera que o Estado desaconselha qualquer tipo de aglomeração ou trânsito desnecessário. “Essas medidas não serão mais obrigatórias, mas é essencial que todos façam a sua parte para conseguirmos reduzir a propagação do vírus Precisamos que a população mantenha todos os cuidados, use máscara e evite aglomerações para conseguirmos sair disso o mais rápido possível”, destacou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *