Regras para se evitar aglomerações: Vale é fiscalizada

As equipes de fiscalização municipal (Diretoria de Fiscalização de Posturas e Diretoria de Vigilância Sanitária) visitaram terça-feira (23) a Vale (Mina Conceição) para verificar o cumprimento dos protocolos sanitários, descritos na Onda Roxa do plano Minas Consciente. A inspeção conferiu, especialmente, as medidas de prevenção e o combate à propagação da covid-19. A ação aconteceu depois de denúncias sobre a aglomeração de funcionários nas instalações da mineradora.

As equipes foram acompanhadas pelo gerente de Construção da Vale, Alan Medina Ferreira, que explicou sobre cada local vistoriado e as ações adotadas para minimizar os riscos de contaminação. Foram supervisionados os alojamentos, refeitórios, áreas de convivência e de embarque e desembarque de passageiros. Os ficais informaram a Vale sobre as denúncias de aglomeração de funcionários nas dependências da Mina Conceição, sobretudo nas obras de construção civil.

O gerente da mineradora afirmou que a empresa tomou medidas para evitar que os fatos tornem a acontecer. Ações como separação do ponto de entrada e de saída dos funcionários no momento da troca de turno e a concessão de meia hora (antes ou depois) em cada turno para evitar a concentração de grande número de pessoas na hora do registro de ponto são algumas das determinações.

Posto de Testagem

Foi explicado ainda que a Vale determina que o funcionário deve realizar, regularmente, um checklist com o objetivo de verificar qualquer anormalidade em relação ao estado à sua saúde. Além disso, a cada 21 dias, todos são submetidos ao teste da covid-19, no Posto de Testagem, localizado na Mina Cauê. Ainda segundo o gerente, o funcionário que descumpre as regras é advertido, pode ser suspenso ou até demitido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *