Depois de 20 dias na UTI, paciente de 88 anos falece de coronavírus

Na noite de segunda-feira (22) foi registrado o 72°óbito em decorrência de complicações do coronavírus. Uma pacientes de 88 anos, com duas ou mais doenças crônicas associadas, faleceu depois de 20 dias em tratamento na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), do Hospital Municipal Carlos Chagas (HMCC). A idosa faleceu dia 20 de fevereiro, mas a documentação comprobatória necessária foi recebida pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) com a causa da morte, três dias depois.

Boletim Epidemiológico da SMS aponta ainda, 28 internações nas duas unidades hospitalares de Itabira, e de três domicializados na cidade, mas em hospitais de outras cidades. São 13 pessoas em leitos clínicos covid-19, e oito em UTIs, com a doença confirmada. Sete pacientes aguardam exames conclusivos, cinco em enfermaria e dois em UTIs. Foram descartados perto de 1500 casos com outras enfermidades. O índice de recuperação depois de testados positivos para o coronavírus está acima de 94 %. Os bairros com mais incidência são aqueles de população maior.

Com 72 óbitos confirmados, a letalidade da doença atingiu 0,83% segundo painel Cidades Saudáveis, o que significa 59 mortes para a população de cem mil moradores. No Estado esse percentual está em 83 mortes, e 117 no país, para a mesma população estimada. Com a covid-19 monitorados em casa, são 399 pessoas, aguardando exames moleculares; também em isolamento domiciliar preventivo, outras 334. A taxa de isolamento domiciliar subiu, e está quatro pontos percentuais acima do mínimo preconizado pelas autoridades públicas de saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *