Impostos de início de ano, saiba como se organizar

Os tributos: IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano), IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores), e DPVAT (Seguro Automotor Obrigatório), faz com que muitos comecem a se preparar para essas cobranças logo no final do ano anterior. Alguns que não tomam esse cuidado, acabam se perdendo. O DPVAT não será cobrado em 2021, porque a Seguradora Líder, responsável pela administração, obteve lucro que permite realizar os pagamentos necessários, sem a cobrança.

Em Itabira, o IPTU irá vencer a partir de abril. Esse imposto voltado a propriedades com construção no meio urbano. Ou seja, ele é cobrado anualmente de todos os proprietários de casas, prédios ou estabelecimentos comerciais nas cidades. O IPVA é a taxa cobrada por cada veículo automotor no país, ou seja, carros, motos, caminhões e outros tipos de veículos motorizados que circulam por terra. O imposto é estadual, sendo assim, cada Estado é responsável pelo seu recolhimento.

De acordo com a Secretaria Estadual de Fazenda, o imposto terá redução média de 4,12% na base de cálculo na comparação com 2020. O pagamento do tributo é atrelado à quitação do licenciamento de veículos e o vencimento é organizado de acordo com o final da placa. Quem escolher pagar o IPVA em cota única tem direito a outros 3% de abatimento. Informações sobre parcelamento podem ser encontradas no site fazenda.mg.gov.br. Em Minas ainda há a taxa anual de licenciamento, de cada veículo, no valor de R$ 112,40.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *