Itabira poderá implantar a sua primeira Feira Literária

Marco Antônio Lage pretende implantar a FLIP

“A Cultura de Itabira tem de voltar a pulsar. E vai voltar!” Assim tratou pelas redes sociais ao explicar a empreitada cultural que o município poderá tomar, o prefeito municipal. A finalidade é criar na Terra de Drummond, já intimamente relacionada às letras, um evento que pode ampliar horizontes, como o turismo e a troca de experiências. “Estive em Belo Horizonte e conversei com o jornalista, escritor e produtor cultural Afonso Borges. Falamos sobre o projeto Sempre Um Papo, idealizado por ele, e sobre a Feira Literária de Itabira (FLIP), que já está no forno, prontinha para ser implantada,” revelou o prefeito Marco Antônio Lage, nas mídias sociais, dia sete de janeiro.

Afonso Borges

Ainda segundo o gestor, as pretensões são grandiosas, do tamanho que merece a obra e a história do poeta Carlos Drummond de Andrade. “Em um trabalho por Itabira, em uma agenda intensa, estamos fazendo um desenho maravilhoso para fazer já em 2021, a primeira FLIT, e também o projeto da Associação Cultural Sempre Um Papo. Afonso Borges é muito conhecido no Brasil inteiro, e pretendemos que Itabira entre nesse circuito, iniciando o trabalho de transformar a cidade drummondiana em um grande centro de formação na cultura e na literatura para o mundo”, disse Marco, em um vídeo gravado ainda na capital mineira.

A Associação Cultural Sempre Um Papo é uma sociedade civil sem fins lucrativos, de caráter cultural. Sua missão é contribuir para o desenvolvimento de políticas de incentivo ao hábito da leitura a fim de formar cidadãos mais críticos. Criado em 1986 o Sempre Um Papo é reconhecido como um dos programas culturais de maior credibilidade do país. “É com muita alegria que estou levando o Sempre Um Papo para Itabira, após 35 anos de trabalho e inaugurando o primeiro Festival Literário. Eu não vou inventar nada! Itabira já tem todas as suas qualidades, e herda toda a história de Drummond. Minha intenção é transformar Itabira em Dublin (Irlanda). Eu quero que o mundo inteiro saiba a cidade onde nasceu o poeta maior”, disse Afonso Borges.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *