Em 2021 escola cívico-militar não será instalada em Itabira

O Governo Federal definiu que em 2021 serão instaladas 54 escolas cívico-militares no Brasil, sendo duas em cada um dos Estados e no Distrito Federal. A lista completa com locais selecionados será divulgada dia 25 de janeiro, porém, tratativas no transcorrer do ano, decidiram que as unidades mineiras serão nas cidades de Belo Horizonte, e Ibirité. Autoridades municipais com apoio de membros da Assembleia Legislativa do Estado, pretendiam implantar o sistema na Escola Municipal Marina Bragança de Mendonça, a Nota 10, no bairro Santa Marta.

Escola Municipal Marina Bragança de Mendonça

Representantes do MEC e do Ministério do Desenvolvimento estiveram em Belo Horizonte e Ibirité, entre 18 e 21 de novembro, para acompanhar o andamento da implantação do Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares (Pecim). O modelo a ser implantado tem o objetivo de melhorar o processo de ensino-aprendizagem nas escolas públicas e se baseia no alto nível dos colégios militares do Exército, das Polícias e dos Corpos de Bombeiros Militares. Desde 2018, Itabira conta com o colégio Tiradentes com gestão da Polícia Militar.

Em 2018, implantação do colégio Tiradentes com gestão da PM

Neste ano aproximadamente 50 escolas aderiram ao piloto do programa, e para 2023 a projeção são mais 150, com Itabira concorrendo entre essas cidades. Para participar, as escolas devem ter acima de 500 matrículas, no limite de mil, nos anos finais; atender aos turnos matutino e/ou vespertino; ter estudantes em vulnerabilidade social; desempenho abaixo da média estadual no IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica); e contar com a aprovação da comunidade escolar, por meio de consulta pública.

Escola cívico-militar

O modelo cívico-militar é diferente do modelo das escolas militares mantidas pelas Forças Armadas e Polícia Militar. De acordo com o MEC (Ministério da Educação), as Secretarias Estaduais de Educação continuariam responsáveis pelos currículos escolares e caberia aos militares a atuação como monitores na gestão educacional. O Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares é parceria com o Ministério da Defesa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *