Não fiquei decepcionado com o resultado das urnas, foi um processo democrático, diz Ronaldo Magalhães

O prefeito de Itabira, gestão 2017-2020, Ronaldo Magalhães (PTB) reuniu a imprensa na manhã do dia 29 de dezembro, para um balanço de seu mandato. Ele destacou os avanços da cidade, após receber a máquina pública com déficit de R$ 146 milhões e 400 mil, e comprometimento financeiro mensal de R$ 8,5 milhões. Segundo o atual chefe do executivo municipal, ele deixa o cargo, com 69 anos de idade, 24 de vida pública, com R$ 150 milhões em caixa aproximadamente, salários provisionados com folha de dezembro a ser paga dia 30 dezembro e empenho de crédito garantido. Com parcelamento da dívida do Governo de Minas, Itabira deverá receber R$ 15,5 milhões dos R$ 60 milhões de Confisco, e os restantes R$ 90 dos R$ 100 milhões da Vale, para ampliação da Unifei para cinco mil alunos.

Sobre o resultado das urnas afirmou estar tudo sobre controle. “A vida política ensina a gente que não é só o trabalho! Eu sou um político, diferente ou não, mas não sou aquele de ficar pelas ruas batendo nas costas, mandando bolo de aniversário, mandando recados pelas rádios… Meu sistema é trabalho e resultados, mas nem todas às vezes se avalia o administrador público de  forma diferente. Vê só o político, e se esquece um pouco do restante. Não é decepção, a democracia está aí para ser desenvolvida. Temos que aceitar o resultado, estou feliz, mas se avaliar só pela eleição dá decepção. Fico feliz em ter contribuído com a cidade que cheguei de pés descalços, com 15 anos de idade. Fiz a minha parte e contribuir no que foi possível,” revelou Ronaldo.

No evento um encarte com os avanços foi disponibilizado para os jornalistas. Sobre o futuro, Ronaldo Magalhães não cravou projetos, mas afirmou que não abandonará a política. Brincou sobre a idade, a três meses de completar 70 anos, mas gozando de boa saúde, e se comparou com prefeito eleito com 82 anos, mostrando ainda ter lenha para queimar. Agora terá mais tempo para a família. “Minha netinha que tem 10 anos chorou ao saber do resultado das eleições, depois se sentou no meu colo e disse: agora terei meu avô de volta,” destacou. Ainda se colocou a disposição do prefeito eleito, Marco Antônio Lage, no que for necessário. Ele em forma de mensagem desejou sorte ao futuro gestor, recomendando seguir os projetos já iniciados, segundo ele, alguns com recursos já garantidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *