Em quatro anos crimes violentos caem quase 90%

Parte da tropa

O 26º Batalhão de Polícia Militar (26º BPM) responsável pela segurança pública em 11 cidades no Médio Piracicaba, na região de centro-leste de Minas Gerais, divulgou levantamento que mostra redução em crimes violentos de 89,83% comparando 2020e 2016, ou seja, nos últimos quatro anos, o percentual caiu quase 90%. Para a PMMG (Polícia Militar do Estado de Minas Gerais), homicídio consumado e tentado, estupro incluindo de vulnerável, roubo, extorsão mediante sequestro, e cárcere privado, são atividades criminosas taxadas como violentas no Estado.

Comandante Ferraz

“Sobre o controle criminal na área do 26º BPM, mesmo que parcial, compartilho-lhes o acompanhamento da série histórica de 2011 a 2019, parcial relativo aos exercícios 2019-2020, e percentuais acumulados dos quatro últimos períodos avaliativo. Ressalto que o fechamento do exercício citado com dados consolidados, ocorrerá em meados da primeira quinzena de 2021, quando serão divulgados pela Assessoria de Comunicação Organizacional do 26º BPM,” disse o Tenente-Coronel Hudson Ferraz, Comandante da unidade com sede em Itabira.

Dados estatísticos com a redução em destaque

Os crimes que tiveram redução considerável pelas autoridades em segurança pública foram: homicídio consumado (24,32%); homicídio tentado (30,69%); roubo consumado (96,52); roubo tentado (105,42%), e furtos em geral (46,04%). Os dados se referem as 11 cidades, sob responsabilidade da unidade: Itabira, Barão de Cocais, Santa Bárbara, São Gonçalo do Rio Abaixo, Bom Jesus do Amparo, Catas Altas, Santa Maria de Itabira, Ferros, Carmésia, Passabém e Itambé do Mato Dentro.

Na sede da unidade os dados mais importantes, apontam redução em: 83,66 em crimes violentos, entre 2016 e 2020. Roubos chamaram mais atenção com queda de 91,93 (consumado) e 97,69 (tentado). Os furtos caíram 40,27% específico em Itabira. Homicídio tentado manteve o patamar, e tentativa de homicídio aumento em 58,74%. A fonte das informações é a plataforma “Armazém de Dados da PMMG”. A consulta ocorreu dia 28 de dezembro de 2020.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *