Produção de café em Minas é a quarta a ganhar Indicação de Procedência

A região produtora de café Matas de Minas recebeu a chancela de Indicação de Procedência (IP) pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). O título foi concedido na terça-feira (15) fruto do trabalho desenvolvido pelo Conselho das Entidades do Café das Matas de Minas e do Sebrae Minas. O território é o quarto de Minas Gerais a receber o reconhecimento de Indicação Geográfica (IG), tendo o café como produto.

Com a Indicação de Procedência, os cafés da região poderão ser comercializados com a garantia de origem, que certifica que o produto tem características únicas, que não podem ser encontradas em nenhum outro lugar, em razão de sua origem geográfica específica. O Sebrae Minas realiza o projeto Café das Matas de Minas, com o objetivo de desenvolver a cafeicultura na região.

O projeto é baseado em quatro pilares: qualidade, identidade, governança e mercado. Busca valorizar o café dessas localidades, organizar as ações dos produtores e estimular o acesso a mercados. A iniciativa inclui ainda ações de capacitação e orientação ao produtor sobre o processo de melhoria da qualidade, governança e identidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *