Pesquisa revela empregabilidade positiva para Minas Gerais

As intenções de contratação para empregadores de Minas Gerais ficaram em mais de 13% para o primeiro trimestre de 2021, de acordo com a Pesquisa de Expectativa de Emprego. O dado indica um crescimento de 12 pontos percentuais em relação ao trimestre anterior e o mesmo índice de 2020. Apesar do crescimento significativo, não foi suficiente para alcançar os mais de 16% registrados em 2020, último levantamento antes da pandemia.

Nilson Pereira

Do total de entrevistados na região, 17% afirmam intenção de contratar, 6% preveem demissões, 71% não irão alterar o quadro de funcionários nos primeiros três meses do ano e 6% não souberam informar. O indicador geral do Brasil na pesquisa foi de 10%, crescimento de 13 pontos percentuais em comparação com o trimestre, e repetindo o mesmo índice do primeiro trimestre de 2020.

“Mesmo em um cenário desafiador, com mais de 14 milhões de desempregados e incertezas com relação à retomada das atividades em meio à pandemia, as expectativas para o primeiro trimestre de 2021 trazem esperança para um início de ano mais promissor. Além de alcançar os indicadores do período pré covid, os números foram impulsionados pelo incremento das intenções, principalmente no Comércio e na Indústria”, destaca Nilson Pereira, presidente do instituto responsável pela pesquisa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *