Saiba como se proteger do Aedes aegypti

 

Com o verão se aproximando, começa a aumentar a preocupação com os mosquitos transmissores de doenças, como o Aedes aegypti, que transmite a Dengue. Afinal, mesmo em meio à pandemia da covid-19, em 2020 foram notificados quase um milhão de casos de dengue no Brasil de janeiro a agosto segundo a Secretaria de Vigilância em Saúde, além de mais de 69 mil casos de chikungunya e seis mil casos de zika.

Pedro Vasconcelos

E, assim como o coronavírus, a dengue é um dos maiores problemas de saúde pública do mundo. Por isso, a forma mais eficaz de combater a doença ainda é evitar a proliferação do mosquito. O médico Pedro Vasconcelos, presidente da Sociedade Brasileira de Medicina e um dos maiores virologistas do mundo, afirma que para proteger a família do Aedes aegypti é importante aliar ações de combate à água parada a uma limpeza eficiente.

“Aquela clássica dica de não deixar a água se acumular nos vasos de plantas e seus pratinhos é válida, isso já ajuda a diminuir o risco, mas ainda há muito mais coisas importantes a se fazer em termos de prevenção. Um produto interessante de se usar para evitar que o mosquito bote ovos e também para evitar que os ovos já existentes sobrevivam é o larvicida. Esse produto pode ser incorporado à rotina de limpeza em ralos, tanques, pias, calhas, sifões, vasos e pratinhos”, conclui o médico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *