A partir de sábado (5), Itabira integra novamente onda amarela do Minas Consciente

Governador Romeu Zema em visita a Itabira

Itabira e 100 mais cidades da macrorregião Central do Estado, estarão de volta a onda amarela do programa Minas Consciente, a partir desse sábado (5). Além da Terra de Drummond, 20 outras cidades próximas estão com restrições mais rígidas: Barão de Cocais, Bela Vista de Minas, Bom Jesus do Amparo, Carmésia, Catas Altas, Dom Joaquim, Ferros, Guanhães, Itambé do Mato Dentro, João Monlevade, Nova Era, Nova União, Passabém, Rio Piracicaba, Santa Bárbara, Santa Maria de Itabira, Santo Antônio do Rio Abaixo, São Domingos do Prata, São Gonçalo do Rio Abaixo, e São Sebastião do Rio Preto, todos da microrregião de Itabira.

Serão proibidos os serviços considerados não essenciais, como: shows mesmo com público restrito, bibliotecas, museus, parques, feiras, congressos, exposições, casas de espetáculos, bufês, jogos como sinuca, estabelecimentos comerciais com atividades de entretenimento e até tatuagens e colocação de piercings. Para voltar a onda verde as cidades precisam estar a uma semana consecutivamente na onda amarela, sem sofrer retrocessos durante o período, ou seja, apenas dia 12 de dezembro, a faixa poderá ser novamente alterada, se tudo ocorrer da forma indicada.

Secretária de Saúde de Itabira Rosana Linhares

O comércio em geral e os bares continuam em funcionamento, mas não podem ter música ao vivo. Por ora, na onda verde, até quarta-feira (2), a taxa ocupação atual dos leitos covid-19, está em 24% em UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) e 30% nas enfermarias. São 25 leitos de UTI com seis pacientes, e 37 de enfermaria, com 11 pessoas. Das 17 internações, nove residem em Itabira. A incidência está maior na região de cinco bairros: Gabiroba, Praia, Centro, Pedreira e Major Lage de Baixo (Caminho Novo). Devido ao estado de alerta em Minas, a recomendação é observar distanciamento social, usar máscara fácil e assepsia com álcool.

O comitê extraordinário covid-19 se reúne todas as quartas-feiras, para decidir sobre as ondas do Minas Consciente. A decisão sempre passa a valer no sábado subsequente a reunião, que ocorre no Governo do Estado. São sete regiões mineiras na onda amarela, a partir do próximo final de semana, três na faixa vermelha (Nordeste, Jequitinhonha, Leste e Leste do Sul) e três na verde (Noroeste, Triângulo do Norte e Triângulo do Sul). O motivo mais relevante, segundo as autoridades públicas de saúde é o percentual em alta de 27% no índice de contaminação do coronavírus na última semana na macrorregião central. Esses dados são públicos e podem ser acessados no link: https://www.mg.gov.br/minasconsciente/transparencia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *