Cemig alerta sobre ocorrências de golpes contra clientes

Para alertar seus mais de 8,6 milhões de clientes em todo o Estado, a Cemig informa que estelionatários e pessoas de má-fé têm utilizado o nome da companhia para aplicar golpes em diversas regiões de Minas Gerais. Os clientes devem ficar atentos às formas de pagamentos e de cobrança feitas pela Cemig para evitar se tornar vítimas.

Devido ao coronavírus criminosos estão utilizando ainda mais a internet para tentar enganar as pessoas. De acordo com a Polícia Civil, de janeiro a agosto deste ano, foram registradas 35 mil ocorrências de golpes na internet contra a população mineira. Os estelionatários utilizam informações e meios criminosos para induzir as vítimas a acreditar em uma situação que não é verdadeira.

Mas os golpistas não utilizam apenas a internet. Eles usam os mais variados meios. Durante as investigações, a Cemig identificou que esses criminosos praticam, principalmente, três tipos de golpes contra os clientes da companhia. O primeiro é por contato telefônico e, na maioria dos casos, aplicado contra estabelecimentos comerciais, como padarias, açougues e comerciantes em geral.

Os estelionatários ligam para o cliente Cemig e dizem ser representantes da “4ª Vara Federal” ou da “Justiça Federal” e que a ligação é para cobrar um possível débito existente. Afirmam que, se a dívida não for paga em um prazo curto, a Cemig retirará imediatamente o medidor de energia do local. Após o contato, o cliente recebe um boleto bancário com dados falsificados, por e-mail ou WhatsApp, em nome de empresas ou pessoas físicas que não pertencem à “Cemig Distribuição”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *