O empreendedorismo feminino para independência financeira

O empreendedorismo feminino ganhou bastante destaque nos últimos anos. A necessidade de arcar com as despesas básicas, mas com o preconceito ainda presente na sociedade, faz com que diariamente mulheres idealizem o próprio negócio, principalmente após a maternidade.

De acordo com o Sebrae, cerca de 49% dos novos empreendedores brasileiros são mulheres. Enquanto isso, a entidade também aponta que mais de 20% dos negócios fecham antes de completar dois anos de existência. Esse índice se refere, principalmente, à falta de planejamento e conhecimento sobre gestão empresarial.

O fato é que a maioria do público feminino empreende por necessidade e segundo a empreendedora Sil Pimentel, de Belo Horizonte, esse é o principal motivo para falta de preparação adequada.

Sil Pimentel

“Geralmente, elas se encontram em situações urgentes e optam por essa alternativa quando o mercado de trabalho não oferece outras opções. Infelizmente, quando não se tem conhecimento sobre o assunto, é comum não saber como gerir o negócio e lidar com necessidades básicas relacionadas a finanças”, completa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *