Parlamento Jovem Minas edição 2024 é lançado pela Escola do Legislativo Professor Paulo Neves

Foto: Raissa Leite/CMI

Nesta quarta-feira (27), a Câmara de Itabira, através da Escola do Legislativo Professor Paulo Neves, realizou o lançamento do Parlamento Jovem Minas edição 2024. Estudantes e professores de cinco escolas da cidade, que aderiram ao projeto, participaram do evento, que contou, também, com os vereadores Roberto de Araujo Fernandes “Robertinho” e Rosilene Felix Guimarães “Rose” (presidente da Escola do Legislativo). Este ano, será tratado pelo Parlamento Jovem (PJ): “Melhorias no Ensino Escolar”.

O tema escolhido será dividido em três subtemas: “Ambiente de ensino-aprendizagem”; “Aprendizagem e enfrentamento das desigualdades educacionais”; e “Fortalecimento da gestão democrática”. Durante a cerimônia oficial de lançamento, os alunos participaram de um momento de reflexão com o professor e sociólogo Maycon Rozza, oportunidade em que entenderam a importância do protagonismo jovem também na política, além de outros segmentos como educação e preparação para o mercado.

Rose Félix. Foto: Raissa Leite/CMI

“O PJ é excelente iniciativa da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), que contribui muito para o desenvolvimento cidadão dos jovens, porque possibilita discussões de interesses amplos, que impactam a sociedade. Nós precisamos analisar o que está sendo discutido, se as políticas implementadas nas escolas acompanham o desenvolvimento da sociedade atual, o nível tecnológico, e se as disciplinas ensinadas estão condizentes com a modernidade”, disse a presidente da Escola do Legislativo, Rose Félix.

“A importância do PJ é criar a oportunidade dos jovens do ensino médio conhecerem melhor, e participarem ativamente da elaboração de políticas públicas, exercendo assim a sua cidadania frente ao Poder Legislativo”, afirmou a diretora da Escola do Legislativo, Ana Luiza Torres. As Escolas Estaduais participantes da edição 2024: Mestre Zeca Amâncio (EEMZA), Professor Emílio Pereira de Magalhães, Antônio Linhares Guerra, Fazenda da Betânia, e Professora Marciana Magalhães.

Robertinho Fernandes. Foto: Raissa Leite/CMI

A partir do lançamento, os estudantes iniciam as atividades nas oficinas de formação, tanto política, quanto temática. Após as oficinas, eles iniciaram a elaboração de proposta sobre o tema do PJ, com o auxílio dos coordenadores. O PJ é projeto institucional, realizado em parceria com a ALMG, PUC Minas e Poder Legislativo, visando à formação política e cidadã da juventude, além de despertar o interesse pelo exercício da democracia, possibilitando conhecimento do processo legislativo.

“Sempre aderimos ao PJ desde que foi implantado. Oportunidade de trabalharmos a formação democrática da cidadania. O tema traz um novo desafio de repensarmos os papéis sociais, também a nova forma de ensinar e aprender, bem como os desafios do novo ensino médio. Pensar em escolas e políticas públicas mais efetivas para os impactos sociais e de modo geral serem resolvidos. Tudo começa pela educação,” revela diretor da Escola Professora Marciana Magalhães, Jhonatan dos Santos Ferreira.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *