Acontece nesse sábado (17) Bazar da Solidariedade

Todos os terceiros sábados do mês, a equipe de voluntários do grupo Fraternidade Espírita Jésus Gonçalves, realiza o Bazar Solidário. Para o evento, deste final de semana, sábado (17), a equipe de organização estará recebendo as pessoas interessadas de 9h às 16h. ” A atividade inicia-se com as doações. Ao longo do mês recebemos doações diversas e na semana do bazar uma equipe de voluntários faz a triagem destas doações e organiza o espaço. Na terça feira que antecede o bazar, por meio de um grupo no whatsapp aberto ao público, fazemos os agendamentos de horário,” disse a coordenadora do evento, Renata Ramalho Guerra.

Diante das regras impostas pela pandemia, quatro pessoas por vez permanecer no bazar, pelo prazo de até uma hora. “Nosso objetivo com o Bazar é despertar nas pessoas o sentimento de solidariedade convidando-as para as doações, e ao mesmo tempo, levar o poder de compra para a população carente. As roupas são vendidas com preços bem acessíveis, a grande maioria custa 4 reais. No bazar as famílias têm a oportunidade de escolher os produtos e comprar o tamanho certo e conforme o seu gosto. O bazar é aberto a todos, todos são bem vindos para participar,” revela Renata.

Podem ser doados: roupas, calçados, utensílios de cozinha, brinquedos e itens de enxoval, que estejam em bom estado de conservação. “Outro aspecto importante do bazar, é que temos atendido além do consumidor final, famílias que compram pra revender em suas comunidades, em seus próprios bazares, ou seja, o bazar também contribui para a geração de renda e sustento de algumas famílias,” disse a coordenadora do Bazar Solidário. O evento ocorre na sede da Fraternidade Espírita, na rua Tiradentes,383, Centro. Para mais detalhes um grupo público de whatsapp foi criado. Clique aqui e acesse.

“Todo o trabalho é voluntário. Nosso grupo também tem outros projetos como Feira do Livro Espírita, Campanha do Quilo, atendimento fraterno, dentre outras atividades. E as palestras estão ocorrendo de forma online. Posso falar sobre o meu sentimento é de gratidão, pois cada participante é único e vivencia diferentes experiências. O meu sentimento é de gratidão a Deus, porque hoje me encontro na posição de quem tem disponibilidade de tempo e de saúde para fazer algo pelo próximo. Em cada atividade realizada tenho a oportunidade de trocar experiências, aprender, servir e ajudar. Sinto-me feliz, útil e privilegiada por isso,” concluiu Renata Guerra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *