Bernardo Mucida defende transferência de R$ 1,5 bilhão para municípios mineradores

Ao declarar seu voto favorável ao projeto que determina o repasse de R$1,5 bilhão para os municípios mineiros, que tem como origem o acordo entre a Vale e o Governo de Minas devido ao rompimento da barragem em Brumadinho, o deputado estadual Bernardo Mucida voltou a defender as cidades mineradoras. Segundo o parlamentar, as cidades que sofrem com a exploração mineral “não devem ser esquecidas” e precisam ser contempladas com investimentos em infraestrutura, educação, saúde, ciência e tecnologia.

Mucida chamou a atenção para os impactos que a mineração traz às cidades que ele representa na Assembleia Legislativa.  “Defendi os investimentos em municípios minerados para que eles possam criar formas de desenvolver suas economias. Este é um grande drama que enfrentamos. Votei a favor do repasse de R$ 1,5 bilhão aos municípios, mas peço mais uma vez aqui: que não esqueçamos dos municípios minerados. Ao longo da história vimos esta triste realidade, o município tem um momento de riqueza, mas quando acaba o minério eles não estão preparados para o desenvolvimento”, lamentou o parlamentar.

Ainda em seu pronunciamento, Mucida pediu ao Governo de Minas mais atenção com as cidades da região em que atua, para que haja mais investimentos que minimizem os impactos econômicos com a exaustão mineral. “Eu reitero aqui, o minério não dá duas safras e a exaustão das minas em Itabira já está prevista para o ano de 2031 e infelizmente não conseguimos criar alternativas para a manutenção do emprego, da renda e da qualidade de vida da população no pós mineração. Este é o apelo que eu faço e o registro que eu deixo”, defendeu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *