Itabira: 89% de pessoas com a covid-19 não têm comorbidades

Comorbidades é um termo que se popularizou com a pandemia. A descrição mais usada por especialistas aponta para, pacientes que desenvolveram duas ou mais doenças crônicas associadas. A literatura médica revela que a resposta imunológica que o corpo humano é capaz de produzir ao ser infectado com o vírus da covid-19, é substancialmente comprometida, quando a pessoa infectada possui outras enfermidades. A taxa de retransmissão segue sob controle: 0,85%.

Até o dia 20 de maio, Itabira contabilizou 320 óbitos por complicações do coronavírus, mas o percentual de recuperados beira 97%. A explicação indica que a esmagadora maioria dos testados positivos, não tinham comorbidades. O Boletim de Monitoramento Semanal Covid-19, da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), publicado quinta-feira (20), indica que 89,1% dos infectados não tinham doenças crônicas.

O informativo indica que 4,8% apresentavam doença cardíaca crônica, 2,2% diabetes, 0,7% problemas respiratórios, e 0,2 imunossupressão. As demais enfermidades somadas alcançaram 3%. Os casos mais graves apresentavam sintomas em 90% dos casos. As queixas mais comuns são de: tosse (20,3), coriza (16,4), dores de cabeça (15,7%), mialgia (13,1%), febre (9,6%), e irritação na garganta (9,1%), Os demais sintomas somados atingiram: 15,9%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *