Queda na ocupação de UTI com novos leitos intensivos covid-19

Para dar mais suporte ao município durante a pandemia, a Prefeitura de Itabira, em parceria com a Vale, entregou ao Hospital Nossa Senhora das Dores (HNSD) sexta-feira (16), dez novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para tratamento de pacientes com coronavírus. A montagem da estrutura foi realizada pela empresa SanosMed, que também será responsável pela gestão de pessoas, fornecimento de insumos hospitalares e aparelhagem, serviços de limpeza hospitalar e manutenção de equipamentos da ala.

Quando os 20 leitos estiverem em funcionamento, o município somará 48 unidades intensivas exclusivas para a covid-19, além de outras quatro para convênios. O sistema local ainda conta com 83 leitos de enfermaria dedicados ao tratamento. “A Vale respondeu prontamente ao nosso chamado para ajudar a população de Itabira no momento de grande crise, no auge da pandemia. Primeiramente, a empresa nos trouxe a equipe do Hospital Israelita Albert Einstein para fazer um diagnóstico e consultoria estratégica e, na sequência, a equipe da SanosMed, de Brasília, que montou os novos leitos de UTI”, pontuou.

Nos próximos dias outros dez novos leitos serão entregues, totalizando 20 unidades intensivas exclusivas para a covid-19. A medida vai impactar a oferta de leitos UTI, baixando drasticamente o índice de ocupação. O prefeito Marco Antônio Lage esteve no HNSD para acompanhar a entrega dos leitos e disse que essa união público-privada está trazendo muitos resultados para a cidade. Quando os 20 leitos estiverem em funcionamento, o município somará 48 unidades intensivas exclusivas para a Covid-19, além de outras quatro para convênios. O sistema local ainda conta com 83 leitos de enfermaria.

“No Hospital Nossa Senhora das Dores, nós temos duas UTI’s, sendo uma exclusiva para covid-19, que estão superlotadas. Temos também um Pronto-Socorro, praticamente só para a doença, e dentro desse pronto-socorro nós abrimos uma ala semi-intensiva de oito leitos. Então, Itabira e região não ficaram desassistidas. Sabemos que a mortalidade ocorre por falta de assistência e agora, em Itabira, estamos ainda mais seguros para salvar vidas”, explicou o médico e vice-prefeito Marco Antônio Gomes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *