Golpes por whatsapp aumentam

Os aplicativos de mensagens instantâneas, como o whatsapp, tornaram-se um dos meios favoritos de comunicação dos brasileiros. Entretanto, pessoas mal-intencionadas têm utilizado estes canais para aplicar golpes. O Procon Itabira registrou, nos últimos dias, reclamações de consumidores que caíram nas armadilhas relacionadas aos aplicativos.

“Muitos golpistas aproximam-se das pessoas pelo aplicativo, alegando que trabalham em bancos, para tentar convencê-las a fazer pagamentos de valores referentes a empréstimos. Se o banco ou a empresa financeira lhe enviar mensagem e número de CPF exigindo pagamento, desconfie, pois trata-se de um golpe”, alerta a secretária-executiva do Procon Itabira, Virgínia Cleiston Magalhães Menezes Cruz.

Para garantir sua segurança, o primeiro passo é ligar para o banco ou empresa financeira, saber se a instituição oferece atendimento pelo WhatsApp e se o número é igual ao que lhe abordou pelo aplicativo. Virgínia Cruz sugere também que o telefone do estabelecimento financeiro não seja procurado na internet, evitando-se que a pessoa caia em golpes de sites falsos: a melhor opção é ligar para o Procon e obter o telefone que necessita.

A secretária-executiva do Procon acrescenta que checar as informações cadastrais do agente financeiro é um aspecto primordial para prevenir o golpe do falso pagamento de empréstimo. “Se bancos ou empresas financeiras estão oferecendo empréstimos pessoais ou consignados, devem possuir o Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ). Caso contrário, não possuem autorização para funcionar enquanto empresas”, ressalta.

Ela orienta ainda que os aposentados e pensionistas que não têm interesse em empréstimos consignados podem utilizar a opção “bloquear benefício para empréstimo” no site do Instituto Nacional de Previdência Social (INSS), evitando futuros transtornos. Para esclarecimento de dúvidas e registro de denúncias, o consumidor pode entrar em contato pelo e-mail proconitabiramg@gmail.com ou pelo telefone 3839-2220 (que também é WhatsApp).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *