Pacientes relatam momentos de sofrimento diante da covid-19

Uma família das inúmeras, que passaram por momentos de dor e angústia devido à covid-19, foi a de Nilza da Silva Santos, de 79 anos, moradora de Barão de Cocais. A filha Fátima, conta que o pai Daniro Ricardo dos Santos, de 86 anos, que já sofria com Alzheimer pegou a covid.

“Ele foi o primeiro a ter os sintomas e logo depois 11 pessoas da nossa família também tiveram a doença, entre elas filhos, netos, genro, nora e a nossa mãe Nilza. A covid-19 aumentou ainda mais a fragilidade do meu pai. Ele faleceu em um dia e no outro minha mãe foi internada,” disse.

Nilza da Silva Santos

Dona Nilza passou 40 dias internada no Hospital Municipal Carlos Chagas (HMCC), em Itabira, administrado pela Fundação São Francisco Xavier (FSFX), sendo 15 dias intubada.

Itabira

“Eu pensei que fosse morrer. Eu não desejo o que passei para o meu pior inimigo”. O relato é do vigilante Edio Andrade Miranda, de 59 anos. Casado há 36 anos e pai de três filhos. Ele ficou 26 dias internado com a covid-19 no Hospital Márcio Cunha, em Ipatinga.

Edio Andrade Miranda

A doença no senhor Edio progrediu rapidamente. Em um dia ele começou a sentir dores no peito e pensou que fosse um infarto, e no outro ele precisou ser internado às pressas em uma Unidade de Tratamento Intensiva (UTI).

“No começo eu estava lúcido, tomando antibiótico e ligado ao oxigênio. Cheguei a ir para a enfermaria e depois de um tempo passei a sentir muita falta de ar e aí fui intubado.  É muito triste ficar no hospital com essa doença. Quando eu podia conversar com minha família por chamada de vídeo, era o melhor momento do dia”, lembra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *