“Precisamos melhorar a condição do paciente renal crônico”, diz Marco Gomes

Marco Antônio Gomes

O Dia Mundial do Rim, comemorado nesta quinta-feira (11), foi lembrado pelo coordenador do setor de hemodiálise do Hospital Nossa Senhora das Dores (HNSD), o médico nefrologista Marco Antônio Gomes. Segundo ele, há uma luta da instituição para melhorar cada vez mais a condição de saúde dos pacientes renais crônicos.

Marco Antônio Gomes lembrou o início do trabalho desenvolvido pelo hospital, há mais de 30 anos, quando haviam apenas 11 pacientes em tratamento renal. Hoje, destacou o médico, são mais de 256 pacientes, o que demonstra o crescimento das doenças renais na cidade.

“Estamos buscando aumentar as nossas estruturas para atender os pacientes. Porque há uma demanda reprimida. Nós atendemos uma população de mais de 400 mil habitantes, deste número, sabemos que 10% tem uma doença renal crônica. É um paciente que precisa ser acompanhado por um ambulatório, se não tem este ambulatório, ele vem para o HNSD”, disse o médico.

O tema do Dia Mundial do Rim em 2021 é “Vivendo bem com a doença renal”. O objetivo é conscientizar e orientar o paciente com doença renal crônica (DRC) quanto aos próprios sintomas, para que possa participar, de forma mais efetiva, do dia a dia e, assim, conviver melhor com a doença.

“O que a gente observa, quando você faz o diagnóstico, há um desespero e um medo do tratamento. Mas nós estamos tendo recursos para que estes pacientes vivam bem com a doença, não importa o grau da enfermidade renal”, disse Marco Antônio Gomes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *