Vereadores querem mais diálogo com Prefeitura de Itabira

A Câmara Municipal de Itabira realizou nesta quinta-feira (18) a reunião ordinária semanal, com debates relacionados a suposta falta de diálogo entre o Poder Executivo, e parte do Legislativo. No evento, ainda foram aprovados três Projetos de Lei (PL). Ficou definida em primeira votação, a criação da comissão especial parlamentar para assuntos relacionados ao coronavírus. A comissão será formada por seis membros, ainda a serem nomeados por portaria.

Em segunda votação, os vereadores aprovaram o PL enviado pelo Executivo, determinando 2021 como ano municipal do centenário do doutor Colombo Portocarrero de Alvarenga e do Dom Mário Teixeira Gurgel. Ainda em segundo turno, os vereadores votaram mudança na logomarca da Câmara Municipal de Itabira, para promover alinhamento com a identidade visual do órgão.

Diálogo

Sidney do Salão

O vereador Sidney Marques “do Salão” (PTB) leu carta aberta ao Executivo Municipal. O documento afirma que durante o carnaval, através de suas redes sociais, ele denunciou a precariedade da estrada rural de acesso a comunidade “Gomes”. Uma unidade de socorro do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) não conseguiu chegar a um morador, que foi a óbito. A Prefeitura de Itabira, se posicionou sobre o acontecido, mas a resposta não agradou o vereador.

Bernardo Rosa

“Fui claro! Espero que o Prefeito junto a sua equipe consiga em curto tempo sanar os problemas causados pelas chuvas. Em momento algum culpei o prefeito A ou B pela situação que ocorreu. Deixei evidências de que foi uma situação sazonal. Me surpreende a ação energética da equipe do Prefeito em justificar e chamar de discurso político a minha postagem”, destacou Sidney “do Salão”.

Weverton “Vetão”

Vários colegas endossaram o discurso e citaram a independência dos poderes. Entre eles. Bernardo Rosa (Avante), que aguarda respostas referentes a ofícios enviados ao Governo, e cobrou entendimento tênue. O presidente da Câmara, Weverton Vetão (PSB), também comentou sobre a situação das estradas rurais. Lembrou que é papel do vereador fiscalizar e que a Câmara deve ser respeitada.

Júber Madeira

O líder do governo na Câmara, Júber Madeira (PSDB), frisou que o respeito entre os poderes é imprescindível, e a Casa Legislativa tem o poder reconhecido pelos gestores municipais. Ainda lembrou que o município possui cerca de dois mil e quinhentos quilômetros de estradas rurais, tornando-se impossível que o Prefeito Marco Antônio Lage, resolva em 50 dias e em período chuvoso. O peessedebista garantiu que levará todas as demandas apresentadas pelo colega.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *