Minas Consciente: Itabira se mantém na onda amarela

Segundo o Governo do Estado, entre os dias 23 e 29 de janeiro Itabira se mantém na onda amarela do programa Minas Consciente. A análise para avanço e regressão é feita periodicamente, verificando critérios como capacidade assistencial e propagação da doença, cenário regional na ocupação de leitos e taxa de evolução da covid-19.

Microrregião de Itabira na onda amarela

O Comitê Extraordinário Covid-19 se reúne todas as quartas-feiras para deliberar sobre as ondas do programa Minas Consciente, que passa a valer no sábado subsequente. A matriz de ondas está dividida pelas seguintes cores: vermelha (serviços essenciais), amarela (não essenciais), e verde (serviços com alto risco de contágio). Itabira se mantém na onda amarela desde cinco de dezembro de 2020.

Macrorregião na onda vermelha

A macrorregião agrupando 101 cidades está na faixa mais restritiva, mas segundo o Governo do Estado, municípios com mais de 30 mil habitantes tem autonomia e poderão optar por seguir a onda indicada conforme orientação por macrorregião de saúde, ou a indicada conforme dados de sua região. Itabira tem atualmente 51 óbitos, e 23 internações, 18 pacientes em enfermaria, e cinco em UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

Os indicadores são: incidência de casos confirmados, positividade atual, e percentual de contaminação, posteriormente capacidade de atendimento, velocidade no avanço da doença e pontuação que considera principalmente a ocupação de leitos. Conforme o painel Cidades Saudáveis, até dia 21 de janeiro, o percentual de ocupação em leitos clínicos estava em 62%, e em UTI, em 24%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *