Manifesto em razão dos cinco anos do rompimento da Barragem de Fundão

Se passaram cinco anos, o Brasil e o mundo foram impactados pela triste notícia do rompimento de uma barragem de rejeitos de minério, em Mariana, a 130 quilômetros de Itabira, dia cinco de novembro. Em 2015 a barragem de Fundão derramou mais de 35 milhões de m³ de lama, mudando o curso da história da cidade e seus subdistritos de Bento Rodrigues, Paracatu de Baixo, além de tantas outras comunidades.

A data se tornou um marco para o município, que passou a ser conhecido em todo o mundo, não só pelas suas riquezas históricas, naturais e gastronômicas, mas pela tragédia que assolou a sua população. Por isso, o Prefeito Duarte Eustáquio Gonçalves, que encerra o seu mandato neste ano e não é candidato nas próximas eleições, divulga um Manifesto, que registra os desafios enfrentados enquanto gestor municipal, as ações tomadas desde então pela Administração e uma homenagem às famílias que perderam entes queridos na lama.

Manifesto

Na qualidade de Prefeito Municipal de Mariana e também no exercício do meu direito de cidadania, neste dia em que se reverencia a memória de todos os que perderam suas vidas e que também, com profunda tristeza, se relembra a maior tragédia ambiental do país, venho a público para registrar e dizer ao povo de Mariana e a todas as pessoas que tiverem acesso a este manifesto, um pouco da luta vivenciada, dia a dia, nestes cinco últimos anos.

O rompimento da barragem de Fundão não causou ruptura apenas das suas estruturas e o derramamento de lama e mortes. Causou, também, um grande hiato nas vidas de Bento Rodrigues, Paracatu de Baixo, tantas outras Comunidades e, diretamente, também à Mariana. Uma vez impostas as regras, tudo o que estava ao alcance de nossa Administração foi empreendido na busca de soluções, reparações e compensações.

Prefeito Eustáquio Gonçalves Júnior

Uma verdadeira batalha a cada novo dia; reuniões e mais reuniões; insatisfações e enorme frustração. Muito pouco, mas muito pouco mesmo se conseguiu em comparação ao tamanho da destruição e de suas consequências. Entretanto, é importante pautar conquistas com a imposição de medidas condicionantes e com aprovações de ações junto às esferas superiores de quem conduz os processos. Assinou Duarte Eustáquio Gonçalves Júnior, Prefeito Municipal de Mariana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *